terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Ranking de Séries: Novembro

Mês de muito trabalho = mês que as séries não andam… =X

Segue a atualização:

Finalizadas: Suits (realmente, essa temporada foi menos pior, mas fico me questionando se ainda vale esticar mais ainda a série), American Gods (aguardando a próxima temporada!), Fuller House (assim… para passar o tempo de forma leve, ok; mas, a trama principal está bem fraquinha =S), Narcos (achei ok, mas não morri de amores), The Handmaid's Tale (Está entre as minhas preferidas do ano!);
No Fluxo:  This Is Us (aquele dramalhão que a gente adora), Outlander (ainda gostando mais que a segunda temporada), Once Upon A Time (ainda não ~garrei~ amor a esta temporada =S);
Ainda: The Americans (minha ansiedade está toda em saber se ainda haverá série quando a URSS acabar!), Full House (atóron essa inocência!);
Inclusões: BoJack Horseman (assisti a primeira temporada faz um tempinho, atualizando), Stranger Things (apesar de achar que não precisava de uma segunda temporada, estou curtindo), Dinastia (reza a lenda que é um remake, procurarei me informar, também disseram que é a mistura de Gossip Girl, The OC e Revenge… até agora, não vi nada disso… ou vai ver misturaram demais… hehehe), Mindhunter (já quero ler o livro!).

terça-feira, 21 de novembro de 2017

À La Seconde: "E agora, José?"*

Imagem: Reprodução
Bom, sendo, novamente, um piano de uma tecla só ou um simples disco arranhado, repetirei-me: não sei quão agitado está o ano de vocês, mas o meu… está bem punk! E, não querendo ser reclamona nem nada, até porque estou conseguindo ~tirar de letra~ os desafios, a maioria deles estão sendo bastante puxados.

Então, quando eu, finalmente(!), achei que ia sentar e sossegar, E voltar a escrever no bloguinho, mais uma mudança, literalmente, estava a caminho!

Passada a mudança e, enfim, instalada, desde a última postagem sobre balé, eu queria contar que: 

- depois de toda aquela odisseia, eu finalmente fui atrás de uma bola adequada para o meu tamanho e… sucesso!;

- também, que, a aula seguinte a do último post sobre balé, foi minha última de clássico. Pois, em agosto fecharam os seis meses aos quais me propus a tentar as aulas e com a crescente incomodação que eu sentia por não conseguir acompanhar nem de perto a classe, embora eu levasse na esportiva, resolvi parar com as aulas e ficar só com as de PBT. (Com a ressalva de que voltaria assim que uma nova turma ~realmente~ iniciante fosse aberta);

- e, que não passei nem uma semana ~de folga~ da aula de clássico, uma vez que, na semana seguinte, fechou uma nova turma e eu recomecei as aulas. E foi exatamente como eu queria: do zero. Aprendendo cada coisa, do jeito de vestir à postura, o nome dos passos e seus trejeitos, repetindo algumas aulas iniciais com a chegada de novos alunos… sim, eu estava adorando!;

- e que, além disso, eu estava me preparando, relembrando as aulas, montando textos, pensando em como explicar as coisas, para recomeçar a escrever o "À La Seconde" do jeitinho que eu sempre quis: do começo…

Mas, como eu disse a vocês em alguns textos e mesmo no começo deste, o meu 2017, embora tenha me trazido muito aprendizado sobre mim mesma, minha força, meu caráter, minha postura para com a vida e as pessoas que me rodeiam, e talvez, exatamente por tudo isso, não tem sido um ano fácil. Na verdade, tem sido bem pesado, na maior parte do tempo. E hoje, quando estava no fim de uma reunião de trabalho, e alegremente (já que ontem consegui sentar e fazer um post rapidinho), planejava como reiniciar essa ~coluna~ do blog, abro meu whats e me deparo com uma mensagem dizendo que ~a minha~ escola de balé terá o encerramento de suas atividades no dia 15 de dezembro.  É isso mesmo, produção?! Ou seja, mais uma para conta de 2017… Eita, ano! (A princípio somente no sábado terei mais informações sobre o que acontecerá efetivamente, mas…fuénnnn!)



*Poema de Carlos Drummond de Andrade

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Ranking de Séries: Setembro/Outubro

Eita, aninho complicado!! Depois de mais dois meses de mudanças… (Agora, chega, purfa!)

Segue a atualização:

Finalizadas: Twin Peaks (o penúltimo capítulo teve um desfecho tão perfeito… o último veio para bagunçar tudo de novo!!), Taboo (é bem legal, Tom Hardy e tals, mas eu acho que perdi alguma coisa no meio do caminho…), Good Behavior (adorei essa versão da Lady Mary!), Mad Men (apenas AMEI o final da Peggy!), Sense 8 (detesto quando cancelam a série sem um final de temporada fechado =X), Rick and Morty (mas sem assistir a 3a temporada ainda! #fail), O Povo contra O. J. Simpson (aquela sensação de impotência quando lembro de que foi uma história real), Orange is the New Black (Piper apagou totalmente nessa temporada e o restante do elenco roubou a cena lindamente!);
No Fluxo: Suits (essa temporada está menos pior, porém aquela teoria de que quando esticam a série demais…), American Gods (curtindo muito toda essa loucura junta! Go, Mad!);
Ainda: The Americans (um caso de amor e ódio com a Paige, não consigo evitar), Full House (sessão remember);
Inclusões: Once Upon A Time (apesar de adorar Regina, ainda não ~garrei~ amor a esta temporada); Narcos (é… tá indo…), Outlander (gostando bem mais que a segunda temporada), The Handmaid's Tale (Que grata surpresa!! Dupla Peggy & Poussey S2!), Fuller House (é… também tá indo…), This Is Us (não sei o que pensar… só sentir!)

PS: amando as pessoas que pedem recomendação no twitter! (Netflix, me chama! 👀)
PSII: também aceito recomendações!!

domingo, 3 de setembro de 2017

Ranking de Séries: Agosto

Voltando a fazer a lista andar… 

Segue a atualização:

Finalizadas: Mozart in the Jungle (começou bem mas… fui perdendo o encanto…), Outlander (mal posso esperar pela 3a temp!), Game of Thrones (só em 2019?!?! WHY?);
No Fluxo: Mad Men, Twin Peaks;
Ainda: The Americans (chateada que saiu do menu Netflix), Sense 8 (ficando interessante!), Taboo, Good Behavior, Rick and Morty, Orange is the New Black, O Povo contra O. J. Simpson, Full House;
Inclusões: Suits (voltando com a 7a temp), American Gods (promissora!).

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Ranking de Séries: Julho

Atrasilda! Porém, cheguei! Mês de Julho foi meio parado no quesito séries… mas bora lá!

Segue a minha lista:

Finalizadas: Nenhuma!!!! =((((
No Fluxo: Mad Men, Twin Peaks;
Ainda: Outlander, Mozart in the Jungle, The Americans (ainda curtindo), Sense 8 (ainda não ~garrei~ amor), Taboo, Good Behavior, Rick and Morty, Orange is the New Black (ainda não sei porque assisto), O Povo contra O. J. Simpson (curtindo muito, entretanto, esse Robert K… ZZzzzZZZz).
Inclusões: Full House (Porque recordar é viver =P)

quinta-feira, 20 de julho de 2017

À La Seconde: Roxos do Além

No último sábado foi mais fácil acordar, estou com o delay de uma semana nos posts. #shameonme 

As coisas, aos poucos, estão voltando a sua normalidade. E, não estar tão frio tem colaborado para o bom andamento de chegar a aula a tempo. 

As aulas não tem ficado mais fáceis mas consigo notar uma leve evolução... Agora já até reconheço alguns nomes, embora ainda não tenha muita noção do que signifiquem... =P

Na aula de PBT fizemos exercícios em duplas e olha... deu certo! Embora não tenha sido fácil… =X
Além disso, fazer a tal ~prancha~ sobre a bola é de matar! Resultado: hematomas horrorosos em ambos os joelhos =((( 

Eu realmente, realmente, preciso comprar uma bola nova! Chega de enrolar!

Quanto a apresentação, fiz um trato comigo mesma e com a professora: iniciarei os ensaios mas se não rolar uma sincronia até o primeiro ensaio geral, voltarei atrás e ficarei somente na plateia mesmo! =P (Thanks pelo apoio moral, Bruna!) 

quinta-feira, 6 de julho de 2017

À La Seconde: Participar ou Não Participar?

Tenho que ser honesta: às vezes, as coisas ficam tão difíceis que você simplesmente não consegue processar mais nada. Pois bem, parece que foi o que aconteceu semana passada: estudos, trabalho e até mesmo pessoas que eu ajudei e confiei muito me decepcionaram de tal maneira que, sábado de manhã, quando o despertador tocou eu não tive forças para ir. 

Eu acordei. Porém, esses acontecimentos apadrinhados por Murphy ficavam indo e voltando a minha cabeça, de forma que não conseguia me concentrar, estava há dias assim. E a falta de concentração não me faria prestar atenção nas sequências ou mesmo decorá-las, o que me deixaria mais impaciente na aula e me questionando ainda mais sobre a viabilidade de estar lá ou não. 

Nessa semana, as coisas ainda não melhoraram... na verdade, em alguns aspectos, tenho sentido as bofetadas mais fortes ainda; mas, mesmo assim, decidi não faltar. 

As aulas, tanto de clássico como de PBT, foram mais pesadas e, somadas a minha total falta de concentração… Podem imaginar o desastre que foi... =( 

Entretanto, no fim, saí de lá, sentindo-me muito melhor. Com uma boa sensação. Seria a tal endorfina?! 

Ah, sim! A novidade foi a apresentação de final de ano! *.* Estão começando os preparativos!

Agora o dilema é: Participar ou não participar? Eis a questão!

Pois, embora seja somente para alunos iniciantes, ainda não estou muito convencida de que possa realmente ser parte da turma… Por enquanto, só tenho a certeza de que vou assistir! 

Da coxia ou da plateia? Ainda não sabemos! =P

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Ranking de Séries: Junho

Como foi o Junho de vocês?
O meu foi pesado… Sabe quando parece que tudo desaba ao mesmo tempo?
Pois é: estudos, trabalho e até mesmo pessoas em que eu tinha plena confiança me desapontaram. 
Mas, né? 
Bora aprender com a vida e ficar mais forte com os tropeços… 

Segue a minha lista:

Finalizadas: Making History, The Fresh Prince of Bel-Air (finalmente!!!), Better Call Saul, House of Cards (até metade nhé… mas depois, wow!)
No Fluxo: Mad Men (amando a segunda temporada), Twin Peaks (conclusão até agora: outra série);
Ainda: Outlander, Mozart in the Jungle, The Americans (curtindo), Sense 8 (ainda não ~garrei~ amor), Taboo, Good Behavior, Rick and Morty;
Inclusões: Orange is the New Black (ainda não sei porque assisto), O Povo contra O. J. Simpson (curtindo muito!).

E a lista de vocês? Como está?
PS: Blogs para recomendar?

quarta-feira, 28 de junho de 2017

À La Seconde: Cabeça, ombro, joelho e pé

Você começa a notar que os aprendizados do balé estão entrando na sua cabeça quando alguém te manda uma foto bafão e a primeira coisa que você nota é que o protagonista da tal foto está na sexta posição. Ou quando você entra no banho e ao ligar ao chuveiro, entre a água gelada e a quente, percebe que está em meia ponta

Na correria para tomar café da manhã-me montar-e-correr pra aula, descobri que o micro lá de casa desistiu da vida... fuén

Já na aula senti uma LEVE evoluída Aleluiaaaa! Estou conseguindo acertar o braço em 5% dos movimentos. 

E, então, quando você começa a acreditar que é possível coordenar braços e pernas aleatoriamente, vem A CABEÇA!! Ou seja... cabeça, ombro, joelho e pé; joelho e pé 

Ah! Ao menos as cãibras deram uma trégua! weeeee

Nota mental: Preciso muito começar a estudar o nome dos movimentos, pois sempre viajo. =X

A aula de PBT teve direito a videozinho e fotos! e joelho roxo e dores inacrê durante a semana huahuahauhaua


O pessoal e eu lá no fundo com minha mini bola quadrada

Nota mental 2: providenciar urgentemente a compra da bola (problema são os horários insanos de trabalho nestas últimas semanas... todo dia tem sido segunda-feira. Porém, o fato de não ter faltado ainda por causa disso já é algo, não?)

segunda-feira, 12 de junho de 2017

À La Seconde: Quanto Mede 65 cm?

Para começar bem o dia, fui para aula carregando minha bola. Senti-me como o Quico do Chaves! Claro que eu e minha bola quadrada encontramos um colega do trabalho no caminho… em pleno sábado, antes das nove da manhã, friozinho, levando o cachorro para passear… ¬¬

Novamente cheguei faltando poucos minutos para a aula começar, mas quem resiste a apertar o botão ~soneca~ com um tempo desses?

Nessa aula, eu pude perceber alguma evolução: consegui começar a mexer os braços sem me preocupar tanto com o que minhas pernas faziam o que não quer dizer que eram coordenados, consegui memorizar algumas sequências quase até o final e perceber alguma lógica nelas embora não fossem bem executadas e também percebi que demorou um pouco mais para eu entrar ~no mundo da lua~: quando a aula e tudo que se relaciona com o momento presente ficam so far away.

E aí fomos para o PBT e a estreia da minha ~tão esperada~ bola roxa. *.*

E as suspeitas foram confirmadas: minha bola não tem 65 cm… =( 


A foto mostra a bola de 65 cm que o pessoal tem e a minha bola de 65 cm. #FUÉNNNNNNN!!! Obviamente o ângulo da foto não mostra direito (fotógrafa: nunca fomos), mas a diferença é um pouco maior. =X E, sem frescuras, a bola precisa ser adequada a altura de cada pessoa. Porque, sim, qualquer ~10 cm~ fazem a diferença (!).

Mesmo assim, bora lá! Apesar de eu notar que meu desempenho está melhorando e minha elasticidade também, não rolou amor a bola. Em alguns exercícios me sinto trapaceando e, em outros, geralmente os de pé, a missão é praticamente impossível. =(

Agora, rumo ~A Odisseia da Bola Quadrada - Parte II~! (Ao vivo e independente das a cores porque pela internê, traumatizei!)

domingo, 4 de junho de 2017

À La Seconde: A Odisséia da Bola Quadrada

Sábado passado a aula foi tensa. Nada fora do normal (prometo que começarei a dar mais detalhes técnicos), porém eu tive muita cãibra. Muita, muita, muita. Daquela que dá no pé e faz os dedos se repuxarem numa forma anatomicamente bizarra, sabem qual é? Tanto que tive que desistir dos últimos dez minutos de aula porque a coisa ficou feia. 

Não sei dizer a causa certa, mas desconfio que a volta do uso de saltos no trabalho, depois de meses dando o ~migueh~ e usando sapatilhas, podem ter sido os verdadeiros ~responsáveis pela minha mazela~… #dramaqueen

Ah! Estreei um collant novo. Lindo! E durante a semana, achei um rosa sumido abduzido para o além, e que eu tinha comprado há anos! Literalmente. 

Quanto ao PBT… Senta que lá vem história…

Foi divertido, como de costume. Porém, eu tinha uma missão: comprar uma bola de 65 cm para as aulas. 

Olhei nas lojas físicas e achei tudo meio sem graça. Então, comecei a procurar a tal bola na ~internê~. Como os preços eram parecidos, decidi escolher por cor: roxa. Queria uma bola de pilates de 65 cm roxa! *.*

Depois de alguma procura, finalmente achei a bola lá no Paraná. E, mesmo com o tempo de espera, resolvi arriscar. Após uma semana, eis que chega a caixinha tão aguardada. =)

Porém, quando eu abro a caixa:


#FUÉEEEEEEEEN

Sinetinha do #fuén tocou forte. Fiquei super decepcionada. Estava na maior expectativa. Rasguei o papel e já realizei o conflito, pois a etiqueta da empresa dizia que era roxa enquanto a marcação na caixa dizia que era ver verde. Mas… foi pior: não só a bola não era roxa, como era verde limão/fluorescente E cintilante. =(

Escrevi para a empresa contando o ocorrido e a menina responsável pelo setor de vendas, Caroline, que foi super atenciosa, prontamente respondeu ao e-mail. Relatou que, realmente, houve um problema de logística no sistema da empresa mas se prontificou a fazer a troca imediatamente, sem custos. O que, obviamente, aceitei. (Se fosse outra cor, teria ficado com a bola de boas, mas, verde limão cintilante… não rolou um amor. Juro!)

Mais uma semana de aguardo, acompanhando diariamente o site dos correios na devolução e no reenvio, até que, weeee, finalmente chegou!!! Receios a parte, hora de abrir a caixa, e:


É roxa!!! Mas, estou seriamente desconfiada desses 65 cm. Essa fanta é uva??? Achando que esses 65 são 55, ou menos. ~De verdade~! Será que devia ter ficado com a verde sem reclamar? =X

No próximo post, contarei se esses 65 cm são para valer! ;)

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Ranking de Séries: Maio

Segue a configuração do final do mês (aceitando sugestões):

Finalizadas: Divorce, Big Little Lies, Sherlock, She-Ra (libera a segunda e última temporada, netflix!), 13 Reasons Why (curti, mas precisa de segunda temporada?), Downton Abbey =~~, Once Upon A Time;
No Fluxo: Better Call Saul, Making History;
Ainda: The Fresh Prince of Bel-Air, Mad Men, Outlander, Mozart in the Jungle;
Inclusões: The Americans, Sense 8 (tô na primeira temporada e foi cancelada hoje =X), Taboo, Twin Peaks (it's back!!!), Good Behavior, Rick and Morty.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

À La Seconde: Mais Desligada… Impossível!

Esse sábado fui atrasilda! Não tanto, pois cheguei em cima da hora... Mas, o suficiente para notar que esse clima friozinho vai se tornar um problema futuro ainda mais aliado ao despertador matutino-madrugador

Cheguei no estúdio toda afobada, correndo pra me trocar. Queria estrear minha nova saia rosa! Siiiimm! Fui as comprinhas semana passada! =D

Passei por uma menina nova, até percebi que ela ficou me olhando, mas desligada como de costume, fui pro vestiário Quando voltei, semi recomposta e ainda antes da aula iniciar (ufa!), parei do lado da mesma menina, cumprimentei a todos, porém ela me cumprimentou pelo nome. Só aí percebi que era uma conhecida do trabalho! A vontade de abrir um buraco e me jogar não foi pouca!! #shameonme #lesada 
Mais: é amiga de um dos meninos que mora comigo e, quem a incitou a trocar academia por balé, fui eu!!! =X #guilty

Aí, lascou! Tendo uma ~conhecida~ na aula, a vergonha de fazer as coisas erradas meio que multiplicou... mas, como diz minha mãe "bora, colocar a vergonha na gaveta e bola pra frente!"

No fim, segui rotina de sempre: comecei bem e fui me embasbacando no decorrer da aula…
A novidade da semana ficou por conta da lotação da aula. Como estávamos em 8, entre uma e outra sequência nos dividimos em dois grupos e as executamos, um grupo por vez. Nessa hora, enquanto observava meus colegas, pude, finalmente, constatar que: sim, sou a mais perdida ever mas, mesmo os mais experientes erram, e não tão pouco como eu pensava.
É um pensamento super egoísta da minha parte porém não posso negar uma pontinha de alívio e felicidade em saber que, às vezes, não erro tanto assim. Embora a coordenação… próximo assunto!!

Novamente, fiz a aula de PBT e o veredicto: gostei muito dessa técnica! Minha bola não tinha chegado ainda mas a professora tinha uma extra! Lucky me!
Uma das coisas que mais me animam é que, pelo fato de ser novata, os resultados se mostram mais aparentes e fico com menos chances de pegar os vícios que fazem o corpo ~roubar~ quando estamos na aula de clássico… ;P

Bom, dessa vez, não houve tombo, mas um pouco de cãibra e, pior: justamente na perna que estava parada, esticada no chão! Vai entender… heheheh

Quanto as dores, quase não a tivemos… Leves mesmo. Finalmente! E até começo a sentir minha perna mais durinha… Hmmm… Será real, pois falto bastante às aulas, ou psicológico?!?

Falando em faltas, acontecerá novamente neste sábado: fui aprovada para ir a banca! Dessa forma, resolvi me dar um final de semana de folga/comemoração/mini-viagem com amigos! ;)

quarta-feira, 10 de maio de 2017

À La Seconde: Entre Indas e Vindas no Balé...


Então sábado foi dia de voltar… =)
Depois de três finais de semana, lá fomos nós!

Como de costume, iniciei bem e lá pelo meio da aula, o tico e o teco começam a se estranhar e eu fico sem saber o que estou fazendo, mas… continuamos tentando! Essa dificuldade de coordenação é bem broxante, viu?

Ao menos, ~descobri~ que, além de eu ser a única iniciante de verdade das aulas de sábado, o restante dos coleguinhas faz 34496976 mil aulas ao longo da semana. Ou seja, são avançados querendo melhorar a técnica na aula de iniciante. Logo, não tem mesmo como eu acompanhar essa turma… Bom… serviu de consolo, vai…

Aí… Não bastando a tortura matinal de uma hora e meia, a gordinha aqui resolveu aceitar o convite da professora e emendar com uma aula de PBT (Progressing Ballet Technique). 

WHAAAAT??

Pelo que eu entendi é uma aula que melhora a estabilidade do corpo e do alinhamento. Algo como usar a memória muscular para melhorar o desempenho no balé. Treinar o cérebro para fazer tudo certinho e não tentar ~roubar~ e fazer os passos de forma mais fácil e errada! =X

Para uma total leiga, eu diria que seria uma mistura de balé com pilates, mas só porque usamos aquelas bolas! hehehe

Resultado: Adorei a técnica e me vi fazendo malabarismos impossíveis! Com direito a me estabacar sem dó e ficar com os joelhos roxos! =P

Ah… As dores… Tivemos? Temos! Porém, dessa vez, acredito que foram reflexo da aula de PBT, o que quer dizer que estão com mais cara das de academia: regiões grandes, dores uniformes e não localizadas em lugares pontuais e que até doerem eu não tinha ideia da existência. =S



Agora… Adivinha quem mal posso esperar pelos correios entregando minha bola quadrada de pilates e pelo próximo sábado???

terça-feira, 2 de maio de 2017

À La Seconde: Com quantos mojitos se faz uma aula?

Sim! Voltei de férias! Tudo que é bom acaba, não é mesmo? 

Meta de férias: exercícios de alongamento.
Realidade: #fail =(
Em compensação… Tivemos tentativas frustadas de aula de pole dance (What a night, what amazing night! Obrigada a todos os envolvidos! Coordenação e força deram adeusinho da esquina mas a zoeira, aquela que não tem limites, e a diversão amiga estavam lá, firmes e fortes! S2) AND baixei um app de ioga (que errrr, ok, não abri ainda… =X)

Voltei para a terra da garoa, cheguei na sexta a noite, a tempo de pegar aquele trânsito maravilhoso de quem saiu do trabalho e está louco para chegar em casa combinado com a manifestação marota-fecha-paulista, já me jogando uma saudade que eu não tinha de SP. :P

Ao menos, já tinha um happy ~pré-marcado~ num restaurante mexicano me esperando. Aí foi o dia de saber com quantos mojitos se faz uma aula de balé. (Aparentemente até três é bem ok! =D)

Mesmo com a aula indo bem e o pessoal sendo receptivo e tals, eu comecei a desanimar, sabe? Ali mesmo, durante a parte final da aula, questionava se aquilo estava me fazendo bem. O baixo astral bateu forte, porque, sim, eu já tenho uma certa idade para estar começando esse tipo de atividade sendo tão sedentária, e você vê/sente bem de perto suas limitações toda-santa-aula, limitações físicas, mentais, de coordenação, enfim, terminei a aula bem desanimada mesmo. Ainda mais que eu perderia as três próximas aulas: duas em função dos feriados e uma por ter prova presencial na pós. 

A graça da aula foi eu estar morrendo, como de costume, para conseguir acompanhar o pessoal, olho pela janela e vejo o Rafael, meu colega de trabalho - que disse no happy que eu não conseguiria chegar na aula dessa manhã em função dos mojitos - , passeando com o Zeca. Yeeeey! Parece que eu consegui! =P rs

Ao fim da aula, embora toda a dificuldade que eu sinta, (não, gente, eu não espero sair dançando corretamente em duas aulas, eu sei que é difícil, eu sei das minhas limitações, mas… espero que entendam… tem dias que é mais fácil aceitar isso, e dias, como o de hoje, que você se questiona da necessidade de se submeter a isso) achei que me sai até ok. 

Mesmo assim, fiquei pensando seriamente se eu deveria ou não continuar as aulas… Quando, para minha surpresa, abro o insta e:



E agora? Até sábado que vem?

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Ranking de Séries: Abril

Diferentemente do mês passado, trabalho e pós quase não me deram folga, então a lista andou devagar por aqui… =(

Segue a configuração do final do mês:

Finalizadas: Bones :(, Legion, New Girl, Santa Clarita Diet, 2 Broke Girls;
No Fluxo: Once Upon A Time, Better Call Saul, Making History;
Ainda: The Fresh Prince of Bel-Air, She-Ra;
Inclusão: Divorce, Big Little Lies, Sherlock, 13 Reasons Why, Mad Men, Outlander, Mozart in the Jungle.

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Ranking de Séries: Março

Como tivemos férias, weee, consegui finalizar algumas séries!

Segue a configuração do final do mês:

Finalizadas: Desventuras em Série, Westworld, Emerald City, Breaking Bad, This is Us, Timeless, Once Upon A Time in Wonderland, Suits;
No Fluxo: Bones, 2 Broke Girls, Once Upon A Time, Legion, Better Call Saul, Making History;
Ainda: The Fresh Prince of Bel-Air, She-Ra, New Girl;
Inclusão: Santa Clarita Diet.

segunda-feira, 13 de março de 2017

Balé: A ~Insurreição~ dos Espaguetes


(Atrasei! Atrasei! Final de semana mega puxado, tumultuado e cheio de visitinhas mara!)

Essa semana tivemos novidades na aula: duas novas meninas!! weeeee Uma que já fez aula e outra que, assim como eu, é iniciante de tudo! Ou SEJE, o bastão de café-com-leite-mor foi repassado. Embora, desconfio que o de princess descoordenada continue comigo =X

A coordenação ainda é, e acredito que será por muito tempo, o desfio da vida. Mas, vamos acompanhando as tentativas de evolução…

Bom, os exercícios, dessa vez, não foram tão pesados quanto os da aula anterior, (pesados = não morri de dores já na metade da aula), porém, rolou uma tentativa de sabotagem por parte dos meus músculos. 

Se não foram tão pesados, aparentemente, foram bem mais difíceis: usamos espaguete (sabe aqueles de piscina?) para os exercícios no solo. E, gente, nunca pensei que teria algum sentimento por esse objeto inanimado, mas brotou um comecinho de ressentimento de minha parte e desprezo por parte dele entre nós. O ponto positivo foi que, nessa rodada, não precisei recorrer aos parças relaxantes muscular.

Ah! Um inocente adendo...
Uma perguntinha básica: por qual motivo, razão ou circunstância (Professor Girafales mode on) quando as pessoas indagam se eu ainda sinto dor e a resposta é positiva, a tréplica é algo como "mas, é uma dor boa!". Aí, apenas sorrio e mudo de assunto, porém a vontade é de falar: "Nããããão, cara! Não é uma dor boa! Pare com isso!! Não é legal ficar dolorida, não! Ou você curte esse negócio de autopunição, sado e etc?" (evil face) #sóquisdizer

Quanto ao pessoal, cada dia nos enturmamos mais e conhecemos um pouquinho melhor os coleguinhas. =)

PS: Por motivos de período fatal de férias e visitinha aos papais e amiguinhos do Sul, darei o golpe por duas semanas nas aulas (e, consequentemente no diário), entretanto, tentarei fazer alguns exercícios de alongamento e tals para ver se volto um pouquinho menos pior... Então, se alguém tiver dicas... Estamos aí! ;)


domingo, 5 de março de 2017

Balé: A Volta

Passeava eu, toda pimpona, por São Luís (MA), no sábado de carnaval, horário da aula, (que sim, estava acontecendo! Eita povo dedicado! Depois eu reclamo da minha falta de coordenação), quando, olha só o que aparece no meu caminho:


Qual a necessidade de ser trollada assim, São Luís com chuva?!? ¬¬

Mas, essa semana, voltamos a programação normal e, estava eu lá, fardada, participando da aula. (Ah! Achei minha saia! Estava em casa mesmo! Num lado obscuro do guarda-roupa… =X Mesmo assim, ainda preciso de ~mais peças~!)

Quanto a aula… Aparentemente, essa foi minha última semana como café-com-leite… =~~ Obviamente, ainda continuo muito descoordenada, porém, menos perdida! weeee

Os exercícios desse sábado foram bem pesados. Tanto que fiquei com medo de ter cãibras (está certa essa grafia? Professor Pasquale, socorro!!) no meio dos exercícios, e me xingando mentalmente pela pobreza de bananas nas minhas refeições, o que felizmente não aconteceu, mas, em compensação, pela primeira vez, eu já sentia com dores NO MEIO da aula (ao menos, não fui a única! As meninas super me consolaram no intervalo… 0=D). Dá para acreditar?!? E elas ainda estão evoluindo… Quem mandou comemorar no último post? Voltei a parceria com o relaxante muscular, estou relembrando uns músculos semi-conhecidos e tentando ser o mais amistosa possível com os recém-descobertos! =P

O pessoal, cada dia, é mais fofo comigo… S2

E, continuo achando muito difícil sincronizar, pernas, braços, cabeça, postura… entretanto, desistir não é uma opção! Não é! ;)

quinta-feira, 2 de março de 2017

Ranking de Séries: Fevereiro

Finalizando minha fase workaholic/estudante maluca, resolvi voltar com séries, filmes, livros, … todas essas coisas que eu adoro mas, tive que me afastar por motivos de ~força maior~.

Semanalmente, comecei a atualizar meu twitter com o andamento das séries, que está virando um ~texto de quinta~ =P com o objetivo de compartilhar o que ando assistindo e saber o que vocês também assistem, opiniões, críticas, recomendações… 

Dessa forma, resolvi trazer o resumo mensal do ranking para cá, e eis a configuração atual:

Finalizadas: The 70s Show, Sherlock, Orange is The New Black;
No Fluxo: Bones, 2 Broke Girls, This is Us, Timeless, Suits; 
Ainda: Breaking Bad, The Fresh Prince of Bel-Air, Westworld, Emerald City, Desventuras em Série, Once Upon A Time in Wonderland, She-Ra, New Girl.

O que acharam?

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Balé: A Primeira Semana

Voltando a temática dor, ainda fiquei uns três dias sendo parça de relaxantes muscular e descobrindo novos músculos despercebidos até então. Não que eu achasse necessário ser apresentada a eles, porém… Quem mandou ser uma sedentária crônica?

Durante a semana, tomei coragem, voltei ao estúdio de dança e fiz minha ~matrícula~!! *.* Não fui tão medrosa a ponto de contratar aulas somente por um trimestre, mas também não fui pica das galáxias de fechar o pacote anual. O que quer dizer que, se tudo ocorrer bem (ajudem-me a não desistir!), teremos esse pequeno diário por, pelo menos, mais seis meses! o/

E lá voltamos nós ao sábado de manhã!

Para começar: perdi minha saia. Juro! Evaporou! Não achei em lugar algum! (Finalmente, uma boa desculpa para comprinhas!! yey!)

Quanto a aula em si, tivemos uma triste reprise da semana passada, com a diferença que, agora eu não sou mais uma novata novata. Sou só uma novata desastrada e descoordenada mesmo! A elasticidade continua zero (uma aula… o que esperar?!), entretanto já consigo reconhecer alguns nomes (tipo bebê aprendendo as cores), e até algumas sequências consegui memorizar até o fim (~tadáááá!~).

Por outro lado, enquanto todo mundo é mega ~classudo e phyno~ fazendo os movimentos, eu pareço um elefante numa loja de porcelanas… Verdade seja dita. Ah, sim! Os ataques de riso, continuaram presentes. Gente, é muito difícil coordenar braço e perna fazendo movimentos distintos ao mesmo tempo. 

Todos os guris continuam sendo uns fofos comigo mas, é puxado ser a única novata ~de verdade~ numa aula adulto iniciante… =X

Ainda recebi esse vídeo pós aula (Thanks, ~brimo~! ;D) e, sim, todos, sem exceção, são muito melhores que eu no momento. =P


E, por incrível que pareça, novamente, no fim do dia, senti dores… Bem mais leves, weeee, e quase não as sinto mais hoje, um dia depois. Em contrapartida, fui apresentada a outra gama de músculos desconhecidos! =X

PS: Por motivos de ~feriadão~, abrirei mão de participar da aula da próxima semana… 
E… quanto a este diário? Retornamos pós Carnaval?

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017


E porque tudo era muito cinza e cruel para uma criança, ela cresceu apegada às cores, flores, sons, perfumes, sabores e momentos engraçados…

Não a tente transformar, perca-se com ela!

É possível ser a mudança que ela precisa?

É possível que exista?

É possível?

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Balé: O Primeiro Dia

Eu sabia que não seria fácil, a começar pelo horário (Sábado de manhã? Por quê? Por quê?), mas resolvi tentar mesmo assim.

Os preparativos já começaram na sexta: ao invés de happy hour, agulha e linha.
Separei as coisas que tinha comprado, dois anos atrás, para começar o tão sonhado balé (mudanças de trabalho e estudos, que vocês já estão cansados de ler por aqui, fizeram com que eu adiasse a diversão), quando peguei as sapatilhas, percebi que, nem as tiras de elástico eu tive tempo de costurar, então... mãos a obra!

E, lá vamos nós no tal sábado de manhã! No horário combinado, estava eu lá, pronta para minha aula experimental de balé adulto iniciante com tudo a que tinha direito: coque, collant, meia, asinha e sapatilha.

A aula começou bem: O aquecimento foi ok, embora minha resistência e elasticidade de mais de 7 anos de sedentarismo não tenham colaborado muito. Entretanto, quando chegaram as sequências de exercícios, eu só conseguia pensar: "Sério que eles acham que eu vou lembrar disso tudo? Sério, que eles acham que eu vou conseguir alinhar o corpo todo? Sério que…? Opa! Essa eu consigo! Acho!? Talvez!? Errrr…. Sério? Sério? Sério?"

Em muitos pontos da aula, dei risada de mim mesma e minha total fatal de coordenação. Todos foram super compreensivos para com essa pessoa desajeitada. E, claro que eu não esperava sair dançando no primeiro dia, ao contrário, estava bem ciente das minhas limitações e dificuldades. Mas, cada vez que errava um passo, perdia o tempo, esquecia a sequência, só me vinha isso a mente:


No final do dia, eu já sentia o resultado da peripécia matutina: sabe aquele dolorido incômoda pós início de academia? Nem se compara! Estou descobrindo vários novos músculos que eu nem sabiam que existiam. Tudo dói. Andar, dói. Mexer o braço, dói. Digitar, dói. Respirar dói. Sonho de consumo do momento seria estar sedada e respirando com ajuda de aparelhos… =X

Anyway, mal posso esperar pela próxima semana!

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Festa da FiRma

Não sei vocês, mas, honestamente, não sou fã de festas da empresa. E aí que mora o problema. Exatamente por não criar nenhuma expectativa, elas sempre acabam sendo legais ou acontecendo alguma coisa acima da média. Em 90% das vezes. Pelo que eu consigo lembrar... =X

E, então teve a festa de fim de ano… 

Nesse não tão novo assim departamento que eu trabalho, geralmente eu termino a festa na companhia de duas três pessoas: o cara que me dá carona todos os dias, a esposa dele e o meu amigo de festa. 

(Eu tenho um amigo de festas da firma, acreditam? Chegamos a essa definição nesse encontro. Trabalhamos no mesmo lugar, mal conseguimos nos ver, quando conseguimos os cumprimentos são rápidos e/ou a distância, mas toda festa... parceria de breja até o fim.)

Voltando ao pub…

Lá estávamos nós três. Bem pertinho do palco, esperando a troca de bandas. 
Nesse intervalo, eu já estava aloprando os guris: "Poxa, será que não vai tocar Bon Jovi? Poxa, poxa, pooooxa!"

Até que a segunda banda, finalmente, entrou no palco. Quando eles tocaram os primeiros acordes…
Fuéééén! 
Teve uma rápida queda de energia, seguida de um ~ahhhh~. 

Já aproveitei pra largar um "Bon Jovi" pro pessoal da banda. 

E, enquanto a banda religava a aparelhagem, eis que meu praça de festa começa entoar:

"Tommy used to work on the docks,
Union's been on strike"

Não tive dúvidas e me juntei ao coro. Assim como o cara da carona.
E o pessoal ao redor. E foi se espalhando.
Nisso, a banda voltou e continuou de onde estávamos. 
Um colega veio correndo detrás e subiu no palco para cantar.

Sabe cena de filme? Aquela em que uma pessoa começa a bater palmas e todo mundo vai na onda?
Foi assim.

Surreal.
Simplesmente épico. 

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

O que você que ser (quando crescer)?

Durante um tempo, mais ou menos do pré ao primeiro ano do ensino médio (ainda chama assim hoje em dia?), eu quis ser dentista. Entretanto, no primeiro dia de aula do ensino médio, quando o professor questionou minha pretensão para o vestibular, eu não soube responder. E, estou nesse limbo desde então.

Sempre gostei de escrever. Fato. Em 2008, um caro amigo apresentou-me o Blogger e um novo mundo surgiu (minha cabeça explodiu seria menos clichê?!). Era perfeito para mim, que morava sozinha, que queria falar das minhas experiências, em sua maioria cômicas e nada glamourosas. Daí surgiu o Brócolis!. 

Anos depois, veio São Paulo e o boom dos blogs e blogueiras de moda. Acreditei que essa seria a hora de me ~realizar profissionalmente~. De fazer isso, que eu tanto adorava, virar minha fonte de renda. Foi quando comecei o Sereias Afogadas

Eu adorava me dividir entre aqui e lá. Acordava pensando nisso, dormia pensando nisso, só conversava sobre isso. Virei uma pessoa monotemática - acredito até que influenciei uma ou duas pessoas com o assunto e chateei muitas outras -, enfim, era uma apaixonada. 

Com o Sereias, eu atingi um número de acessos regular. Adorava monitorar os posts, fazer pesquisas, escolher fotos, receber comentários, emails, likes… era algo mágico! (Agora mesmo, vendo as linhas se preencherem com minhas palavras nesta tela quase vazia, posso sentir o mesmo e me pergunto "por que tanto tempo longe?"). 

Então, veio ~ascensão profissional~ de verdade. Não aqui, no meu maravilhoso e imaginário mundo dos vegetais/aquático, infelizmente, mas no tal ~mundo real~. Isso foi lá pela metade de 2015. E aí, eu precisava urgentemente me qualificar. Certificações, - internas e externas -, a volta para o inglês e as pós. A ~JJJJênia~ aqui teve a brilhante ideia de fazer duas ao mesmo tempo. Um MBA e uma pós, para ser mais exata. E foi uma loucura.

Durante todo esse tempo, eu mal tinha tempo para mim. Deixei de sair com amigos, de ler meus livros, assistir filmes e séries, abandonei o promissor balé, e, por muitas vezes, até a música. Perdi a vontade de qualquer coisa. De escrever, inclusive. De escrever, principalmente. Algo que eu sempre amei e fiz sem pensar muito. E, essa foi uma das coisas mais frustantes desse período. Muitas vezes, quando sobrava um tempinho, só queria… sei lá… olhar para o teto. Drama demais? Pode ser. Cansaço? Muito!

Agora estou aqui. Novamente. Sentada na frente do computador, sentindo-me enferrujada, sem lembrar das mudanças ortográficas, sem saber onde colocar as vírgulas. Ainda cansada, ainda esgotada. Algumas certificações concluídas, tentando me dedicar ao inglês, MBA faltando buscar o diploma e pós com defesa de tese a marcar; mas, a sensação de vazio voltou, o limbo tornou a se fazer presente. Executo meu trabalho "real", porém, não me sinto plenamente capacitada e tão realizada como aqueles que estão ao meu redor. E isso é muito, muito, mas, muito frustrante para mim. A velha e conhecida sensação de nadar para morrer na praia. 

Trabalhar com algo que eu gostasse sempre foi um objetivo, ~um sonho~ que parece se tornar cada vez mais distante. E o que mais complica é o fato de eu ainda não ter uma clara ideia do que eu gostaria, verdadeiramente, de fazer. Desejo que você não viva esse pesadelo. 

Depois de muito pensar, resolvi voltar para cá e espero que consiga manter a frequência. (Ajuda eu!!) Pois, por mais que não seja profissionalmente, escrever ainda me é algo muito prazeroso. Assim como espero que, para você, seja me ler. Estava com saudades. Um ótimo 2017!