segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Resumão - Dezembro*


Começamos o mês na noite paulistana. A balada foi divertida, apesar de eu quase tombar umas trezentas mil vezes por causa do salto estilo ~super trava~. A companhia não podia ser melhor! =D
Isso sem falar no tema da casa: tudo gira em torno da figura do marinheiro. Lá encontramos um navio, proa e popa! E, claro, um cavalo marinho! *.*
Essa foto é pós balada, ou seja, entre renas e libras/brailes, salvaram-se todos!

Continuamos com a saga de férias, aqui e no insta. E acreditem, vai longe… Espero que vocês estejam gostando tanto quanto eu!
Cada foto, cada post, cada pesquisa dá uma saudadinha… Queria uma temporada européia um pouquinho maior… nada que 394954 anos não resolvam! =P


No mês passado, dei uma passeadinha no ebay e o correio foi super aguardado desde então. Olhem a corujita e a melancia fofuritas que eu recebi. Amor à primeira vista!

Eu já usei Curaprox antes e adorei. Então, quando entrei na farmácia e topei com esse kit na promo, não tive dúvidas: levei para casa na hora!


E então, é Natal…
E o que você fez...
E eu fui para o Sul! *.* 
E as temperaturas, hein? Delícia pura! Tudo muito agradável… #sqn
O negócio foi correr para as colinas praia mesmo.

E nada melhor do que araçá (ok, estava verde siiiiiim!) e praia, para ter uns dias mais ~fresquinhos~ e com gosto de infância!


E justo quando estava indo embora, encontrei essa belezinha, num cantinho do jardim.


Ir até o aeroporto de Viracopos, e, depois, ao aero de Criciúmãããã de teco-teco foi uma aventura e rendeu várias histórias. Brincadeiras a parte, correu tudo bem. Ah! Fora o pouso na terrinha que foi (que foi, que foi) quicando, nada a reclamar mesmo. E ainda adorei as balinhas de gelatina que a companhia aérea serviu! weeeeee


Quando cheguei em casa: tcharã! Olha só o que me esperava!!! *.* A "Pequena Sereia"! Uma réplica da estátua que fica em Copenhague, na Dinamarca. Ela foi esculpida em 1913 pelo escultor Edvard Eriksen, e, representa a personagem dos contos infantis de Hans Christian Andersen. 

Já sabem, né? Para acompanhar os clicks ~ao vivo~ é só seguir no insta: @kmioliveira!!

*Sereias Afogadas

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Tempero Express


Era um dia normal de almoço, no trabalho. Como, atualmente, trabalho seis horas (horário disponível para mais um job, chama eu!), tenho um intervalo de 15 minutos.


Pedi a saladinha costumeira (olha que evolução!) e lá estou eu com meus colegas de equipe, na mesa almoçando. 


Quer dizer, na verdade, eles estão almoçando, porque eu estou na briga diária com o sachê de tempero para salada. 


Eis que finalmente consigo furar o pacotinho maldito (vitória!) mas, o orifício é tão minúsculo que o molho custa a cair e eu acabo pressionando muito, formando aquele embolado de molho pré furinho, até que... o furo explode e voa molho para a ~cozinha toda~. Incrivelmente, não voa em mim, porém no meu colega do lado... fuén fuén fuén…


***


Dia seguinte, mesma cena. Eu brigando com o pacotinho, todos ao meu redor, precavidos e engraçadinhos, sentados a uma distância mínima de segurança. 


O colega, vítima do acidente de ontem, avisa a namorada por SMS que está almoçando. A respota dela:


"Você foi temperado hoje?"


¬¬

sábado, 14 de dezembro de 2013

Eu e o Murphy, para variar...

Final de ano, época de happy hour pipocar por todos os lados. 

E eu tinha um para aquela quinta-feira. 


Tudo muito bom, tudo muito bem, até cair um toró daqueles que nem conseguimos enxergar o outro lado da rua, sabem?


Nesse momento, achei que o happy estava cancelado para mim.


Fui tranquilamente para o banho. E quando saí, meu telefone estava com ~chamadas perdidas~ e mensagens. 


Apenas que, eu estava atrasada! Meu rommie me esperava no meio do caminho para irmos para happyyyy!


Corri para me arrumar e, muito atrasada, entrei no elevador. Do vigésimo quarto ao térreo… "Não poderia demorar mais?"


Claro que sim! Foi a resposta instantânea: o elevador parou no térreo (ok!), mas, a porta não abriu (tá de brincadeira?).


Depois de 10 minutos de muito calor (cadê ventilação, produção), o engraçadinho resolveu descer até o 3º subsolo e me libertar. =/


Agora, lá vou eu correr pro ponto de ônibus pós dilúvio. Dez minutos passados e nada de busão.


E o telefone começa a tocar. Depois de atendida a ligação, uma bee amiga-que-eu-nunca-vi-antes larga a pérola:


- Já te disseram que você parece a autista da novela?
- Hã? - ?????????????

- A autista. Da. Novela. - Ah! Mas, gente, a menina é linda, quase loira e tem aquelas pedras preciosas azuis no lugar dos olhos!
- Não.
- Nossa, tem certeza?
- Tenho.

Fim da conversa surreal. 

No ônibus, quando me preparo para descer, a bee amiga para do meu lado e diz:

- Ah, na verdade é a Drew Barrymore! - WTF??????????????????????

O resto da noite foi bem ~normal~. Ou dentro do esperado. 

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Acho que vi uma ratinha...

Nunca fui alguém apaixonada por queijos. Dessas que comem nacos e conhecem variedades, enfim... 

Claro, que com o tempo aprendi apreciá-lo melhor. Mas, mesmo assim nossos encontros se reduziam a pizzas, lanches, tábuas, massas, lasanhas, pães de queijo e outras coisitas que levam queijo em sua composição. 

Então teve esse dia. O dia que um fabricante de queijos mineiros foi até à agência vender suas preciosidades. E eu, que nem queria prová-los, acabei com três barras de queijo: o tal requeijão em barra, o de pimenta e o de alho.

Devorei os dois primeiros praticamente sozinha e em dois dias. Assim que tirava um pedacinho que queijo, não conseguia mais parar de comer. Simples assim.

No terceiro dia, e terceiro queijo, combinei de comê-lo em companhia do meu namorado e de uma cervejinha. 

E, para minha surpresa, após três, quatro, cinco pedaços de queijo, meu namorado indaga:
- Você está com espinha no rosto?
- Eu? Não! 
- Tá sim. Olha no espelho. 

E no minuto passado entre a cadeira e o espelho, meu rosto tinha virado um pimentão! Acreditam? 

Parei com o queijo na hora. 

Minutos depois, fui retomando a cor "normal"... Nem teria dado tempo de ir ao médico. rs 

Em outro dia, experimentei mais um pedacinhos do bendito para ver se tinha alergia a algum condimento utilizado.

Tudo normal, tudo de boa. Tive ~apenas~ uma overdose de queijo, dá-lhe #vaigordinha!