domingo, 26 de junho de 2011

Somewhere over the rainbow...

Primeiro, eu queria dizer que concordo muito com Quézia no último texto do seu blog.

E que, diante das cores, da alegria, das fantasias, dos casais e até da chuva que não conseguiu estragar a Parada na Paulista, eu poderia dizer muito coisa contra a homofobia. Dizer que cada um faz o que bem entende da sua sexualidade. Textos e mais textos. Linhas e linhas. Mas não vou. Só uma coisa que quero dizer: 

Hoje, eu vi que estamos caminhando. Engatinhando, na verdade. Engatinhando no quesito civilidade. Espero que, logo, chegue o dia em que a Parada Gay não seja mais necessária. A não ser por motivos festivos. Espero que chegue logo o dia, em que a maioria enxergue a todos como realmente são: apenas seres humanos.


segunda-feira, 13 de junho de 2011

Sobre Tulipas e a Cidade...

Sobre a cidade:

Sexta-feira estava passando "Sex and the City" na tv aberta. Não consegui assistir tudo, mas consegui a façanha de pegar as melhores partes: as choráveis.
Assistindo, dei aquela pequena viajada em um dos intervalos, até um verão que todos conseguiram ir para praia em janeiro, exceto eu, que fiquei trabalhando em Tubarão. O verão em que peguei emprestadas todas as temporadas de "Sex and the City". Sim! Já assisti todos os episódios. Até que não foi de todo mal ficar sozinha na cidade... =) Eu vejo os filmes como um desfecho para a série. Óbvio, que tem um enredo (começo-meio-fim), porém, faz mais sentido para quem acompanhou o seriado.
Voltando ao filme... Comecei a assistir na cena em que as quatro estão se arrumando para o casamento da Carrie, e, parei de assistir assim que Charlotte ganhou sua Rose.
Coisa de mulherzinha na TPM? Pode até ser, mas, como não se emocionar quando Charlotte reencontra Big e o confronta dizendo que era a única que sempre o defendia? Ou quando Miranda vai ao possível encontro de Steve no meio da ponte do Brooklyn? E quando Samantha finalmente resolve voltar a ser ela mesma em Nova York, deixando Smith? Mas, principalmente, como não chorar, como não se colocar no lugar de Carrie, quando Big foge do casamento, e quando ela despetala o buquê em cima dele, no meio da rua, repetindo "Você me humilhou"? 

Sobre as tulipas:

Então, faz anos que eu queria ter tulipas vermelhas em casa. A primeira vez que as vi numa floricultura, estava entrando no Angeloni da Beira-Mar. Fiz a anotação mental de não esquecer de passar na floricultura assim que saísse do mercado e... 476981 anos depois...
O Pão de Açúcar, aqui ao lado de casa, tem um mini-floricultura na entrada. Sábado quando fui lá... tchanã! Tulipas vermelhas com vasos chiquetosos por um milhão de reais. Aí, procurei melhor e achei meu mini-sonho a 11 Reais de mim. Foi pro carrinho na hora! =)
Chegando em casa, hora de ler as instruções do vasinho: "ao adquirir um vaso de tulipas dê preferência aos que ainda estejam com as flores em botão, permitindo-lhe usufruir da beleza da flor por mais tempo.(ok!) Regar todos os dias (poxa, a Palmerinha é só uma vez por semana!) ou colocar um cubo de gelo no vaso." E ainda tinha uma história de por o vaso na geladeira, durante a noite. Daí, resolvi pesquisaressa história de cubo de gelo e geladeira, e, olha o que eu achei na maioria dos sites:

1 - Quando as flores da primeira floração murcharem, corte-as, inclusive as folhas. Retire os bulbos da terra, limpe-os levemente com uma escova macia e mantenha-os em local fresco e arejado por cerca de 3 meses, sem deixar que se molhem.
2 - Passado esse período, plante-os num vasinho plástico com terra vegetal umidecida, sem estar encharcada. Embrulhe o vasinho num plástico e coloque-o na geladeira durante uns 6 meses (temperatura ideal entre 2 e 5 graus C), molhando quando necessário.
3 - Passado esse tempo, é hora de tirar o vasinho da geladeira e levá-lo para um local fresco e com boa luminosidade por mais 2 meses, lembrando de manter a terra sempre úmida.
4 - Depois disso, o vasinho deve voltar ao congelador, novamente embrulhado em plástico, onde vai permanecer por mais 6 meses.
5 - Agora é hora de levar o vaso para um local iluminado. Se tudo der certo, a tulipa estará florida no período de trinta a cinqüenta dias.
6 - Todo esse processo tem como objetivo simular as condições climáticas existentes no habitat natural das tulipas e que estimulam os bulbos a rebrotarem.

Alguém sabe se eu só deixar o vasinho lá, regando e tals, corre o risco de brotar de novo ou é morte lenta?
Bom, de qualquer forma, vamos estar tentando uma segunda floração...

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Festa Junina no Calvário!

Havia dias que eu estava com vontade de comer cachorro-quente. E não era um cachorro-quente qualquer. Tinha que ser de festa junina. Aqueles com bastante molho, pouca salsicha picada, maionese (sim, eu vivo perigosamente) e a mágica batata-palha, enfim, a morte lenta numa versão deliciosa!
http://www.melhoramiga.com.br
Oportunamente, descobri que neste mês todinho, aos sábados e domingos, estará acontecendo Festa Junina na Paróquia do Calvário, ou seja, cachorro-quente junino naquela igreja que fica a três quadras da minha casa. Yey!
So, hey ho, let´s go!
Para os fanfarrões juninos, um dica: enquanto a entrada principal, na Henrique Schaumann tem filas quilométricas, a da João Moura é esquecida!
Oito pilas para entrar, mas, néan? Só porque já inclui uma bingada no pacote (que eu desprezei ~mentalmente~, porque, na vida real, não pode ser recusada/descontada).
Uma voltinha rápida. Encontramos todos os itens presentes em uma festa junina que se preze: quentão, vinho quente com ou sem frutas, pinhão, pipoca, churrasquinho, milho cozido e variedades, cocada, pé-de-moleque, maçã-do-amor, algodão-doce (de açúcar orgânico!), bandeirolas, luzes coloridas, joguetes, e, claro, o bingo. Além de barraquinhas não tão tradicionais: baiana, portuguesa, japonesa, de chopp, pernil, pizza e sopa de cebola... ufa! 
Finalmente, a compra dos tíquetes (não-reembolsáveis), que eu apanhei um pouco pra contar (nem vale a pena explicar = não estou apta a fazê-lo! =P). 
Agora sim, direto para o cachorro-quente! =~ Ok, eu estava feliz, eu tinha meu cachorro-quente de festa junina, meus olhos brilhavam e tals, ... PORÉM, ele não era exatamente como eu lembrava, não como aqueles láááá do Sul. Era com salsicha (ok!), lembrança do molho (=~), purê de batatas (???) e batata-palha. Não que fosse ruim, nem nada, mas, sabe quando você IMAGINA uma comida e vem outra? É, não se faz isso com gordinhas. =~
Certo. Vamos parar de choradeira que a dupla sertaneja já está tocando, o sorteio de brindes está a toda e o cheiro de quentão está no ar. E como eu adoro o cheiro de quentão! O gosto não muito... Acho que é culpa da canela. Tudo bem, nada como tomar vinho quente sentindo cheiro de quentão (sem frutas, porque sei lá quanto eu perco de vinho com as ditas no meu copo). =)
Uma voltinha pelo bingo... 
- Ok, Marcelo, vamos descer?
- A gente não vai jogar?
- ¬¬
- Tá, tá... vamos dar uma volta.
Com Marcelo tentando disfarçar a frustração, não teve jeito: tivemos que voltar ao bingo e usar nossas cartelas! Até que foi divers: Marcelo ficou por 2, eu por 4. Só jogamos a gratuita, mas, tinha gente com pencas de cartelas. Tipo, não era pelo prêmio, porque já tinham gasto mais que os valores das bugigangas. Era pelo jogo. Pela adrenalina. O vício. *.*
Finalmente, uma pipoquinha do tiozinho que está sempre na frente do Objetivo. E uns docinhos que ninguém é de ferro! =)
Quanto a vontade de cachorro-quente, ela foi saciada. No dia seguinte. Em casa mesmo. Ficou igual. Queria outro. Agora.

sábado, 4 de junho de 2011

Campanha: Foto das Spice Girl para kmi

Conversa entre eu e o Ti:

kmi: Ti, tava aqui pensando…
Ti: Eu, hein!
kmi: Já pensou que vc pode estar andando por ai, bem nada a ver e, de repente, esbarrar numa... SPICE GIRLLLLLLLL? *.*
Ti: EU SUPER JA PENSEI ISSO!
kmi: Promete que vai fazer bafão?
Ti: SUPER HIPER MEGA!
kmi: E tirar foto junto, tipo super amigas...
Ti: MOOOOOOITAS!
kmi: E, se for a Geri quero autógrafo!
Ti: Com os dedinhos em V!
kmi: SIMMMM!
Ti: BEM GIRRRRRL POWER! E, deixa eu te falar: o mais bafo é que a Mel B dá uma aula na rede de academia que eu tô malhando =O
kmi: Qdo EU for pra london, faremos plantao na cadimia!
Ti: Ela que desenvolveu a aula, todo um esquema! http://www.fitnessfirst.co.uk/get-fit-with-mel-b.aspx

Conversas aleatórias, noiva em SHamas… 



De volta ao assunto:
kmi: Ti, olha o que pensei sobre as Spice: se vc encontrar mesmo e ela não quiser tirar foto, inventei uma desculpa. Vc pode dizer: 
"Dona Spice, preciso tirar uma foto com vc, não é pra mim não, é pra uma amiga no Brasil. Sabe, várias pessoas quando souberam que vinha morar na Inglaterra, me pediram muambas, eletrônicos... ela não, ela só pediu uma foto com as Spice"
Duvido que ela não vai ficar com lágrimas nos olhos.
Ti: HAHAHAHAAHAHAHAHAHA 
kmi: Ti... Posso postar no blog?
Ti: ¬¬, pode.