terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Cheiro de Infância...

Confesso, desde aquele primeiro modelo clássico que usei meia dúzia de vezes, nunca mais comprei uma Melissa.

De lá para cá, não é nenhuma novidade o quanto a marca mudou. Novas formas, cores, o mesmo delicioso cheirinho… Mas, mesmo assim, nunca me arrisquei. Via uns modelos legais e tals, entretanto, parava por aí.

Atualmente, uma das armadilhas no caminho para o trabalho é a Galeria Melissa. Vai chegando perto… aquele cheirinho vem em ondas suaves… até que bum! Você está a alguns passos de todas aquelas belezinhas. Mas, eu sempre resisti bravamente!

(Ah! Tenho um fraco por sapatilhas. Fato. Comecei a usar muito antes da moda pegar e, agora, que existem várias opções então… eikeloucura!)

Voltando às Melissas… Em Recife, Tiago me deixou alucinada com o sapato que ele tinha comprado da marca. Apesar do calor que faz lá, ele tenta usar! Porque calor e plástico, neam? Nada fácil! (Na verdade, na verdade, eu já namorava as Melissas Bambi há tempos, ah, e aquela cheia de strass que parece o sapatinho da Cinderela…)

Então, dia desses, estava numa zapeada despretenciosa quando Tiago postou o oxford dele no twitter e eu corri pro site. Resultado: Quero todas! (Mentira! Mas quero várias! Inclusive da mesma coleção, só que em cores diferentes!)

E, agora? Como comprar pela internet sem provar a numeração? Nada de compras!

E, como ir a Galeria, se na ida para o trabalho estou sempre atrasada e na volta, estou podre e Deus sabe o quanto sou péssima para compras de mau-humor?

Finalmente, consegui passar lá um dia da semana passada. Estava lotada! Todo mundo atendendo! Até que a fofa da Nina cedeu uns minutinhos do seu atendimento para mim! =)

Apresento-lhes as novas integrantes da minha sapataria:

Alice, Alice...
Flocos!
Depois do test-drive ok, ainda tenho que passar lá para pegar uma degradê (que não estava em estoque ainda) e, claro, a do Bambi e … mais uma da Alice (a turquesa!)!!!

Eu até compraria pela net, mas, a Nina foi tão fofa… e, a loja fica a caminho do trabalho… e posso provar… e sentir o cheirinho... e, e,… comprar outras que nem estava imaginando!!!

sábado, 19 de fevereiro de 2011

;)

Tem dias que dá vontade de sumir, dias de arrependimento, dias que não entendo porque mudo de cidade. Às vezes, dá vontade de ir embora.

Mas, não hoje.

Hoje é dia de agradecer. De olhar pros amigos na rodinha do churras, dentro do carro e agradecer. Por ter deixado amigos em cada cidade que passei. Por ter "coragem" de juntar as trouxas e seguir em frente. Por ter a sorte de encontrar pessoas tão divertidas, diferentes entre si. Por sempre ter alguém especial a minha volta.

Porém, eu fico apenas calada... e relembrando entre sorrisos!

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Almost over, baby #???

Então tsá, então! De volta a Paulicéia...
Sexta foi meu último dia de férias. Sábado e domingo não contam porque é final de semana para todo mundo. =P

Nesses dias, fui assistir Bárbara Eugênia no Sesc Consolação... These boots are made for walking, baby!

E... fui no Outback! Uma coisa que estava querendo fazer desde que mudei pra cá. #vaigordinha
Daí, foi aquele paõzinho da maldade que eles servem de entrada, uma cebolinha (de praxe) e... costelinha barbecue! \o/ Saí quase morrendo! E, pensar que a última vez que visitei o Outback, fui sozinha e fiz uso do mesmo menu. Teoria: meu estômago está encolhendo! Percebi isso em Recife também... PS: Será possível?

Ah! E assisti "Amor e Outras Drogas", obviamente é uma comédia romântica fofurita. Porém, o trio Anne Hathaway, Jake Gyllenhaal e Josh Gad é ótimo, cenas hilárias!


"Jamie Randall: Sometimes the things you want the most don't happen and what you least expect happens. I don't know - you meet thousands of people and none of them really touch you. And then you meet that one person and your life is changed."

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Hellkife! #vááários

Cheguei em SP! =( Eita, férias fast food! Foram vários dias de felicidade pura e várias palavra enfeitadas com K. Senti-me em casa! rsrsrsrs Ah, e, também, o post é graaande porque 2009 tá esperando até agora, neam?

#1 - Chegada! =)

Depois de horas de atraso, finalmente, avisto a estátua do Gilberto Freyre = Recife, cheguei!
Direto para aula de DJ! Foi divertido, porém, divertido mesmo foi a saída, em que o pessoal cismou de conversar ao ar livre e as muriçocas fizeram a festa nas minhas pernas. (Quem manda viajar de shorts? Tem mais é que passar calor mesmo!) Detalhe: alergia. Eu bem que me segurei, mas dormindo... Adivinha quem acordou com as pernas todas manchadas? Lindja!

#2 - Yey! Praia!

Calor, céu azul, verde mar, vamos a la praya!!!! Enquanto o Ti não vem! (Mixagem resultado da aula da noite anterior)

Marcelo, Boa viagem. Boa Viagem, Marcelo!
E, então, assim que o Ti chegou do trampo, fomos ao Recife Antigo. Marco Zero, prédios antigos, Chico Science e tals. A surpresa mesmo foi a fila quilométrica que literalmente dava voltaS no quarteirão, gente de tudo quanto era idade para ganhar um autógrafo do Padre Marcelo Rossi. Para ter uma ideia, eram umas sete da noite e a fila até andava bem, mas eu duvido muito que o Padre tenha conseguido atender a todos, porque a fila era realmente gigantesca. E, por ter que driblá-la para chegar ao destino final que pude tirar todas essas conclusões, e, não por estar nela. =P
No caminho mais uma estátua, e aí, fui obrigada a parar para fazer a foto que faltou em 2009:

"Vou me embora para Pasárgada!"
Finalmente: Central! <3 Juke Box linda e ativa! Emocionei tanto que esqueci de comprar uma ficha e aterrorizar os clientes com meu gosto musical! Ah, eu sei que em SP tem um milhão de bares com Juke Box, mas, é a minha primeira consciente! Achei linda e quero uma na minha sala, #prontofalei!

#3 - Viva Porto de Galinhas!! & Maracaípe!

Dia de folga do Ti! Vamos todos correr para a praia em Porto! Chuvinha marota no caminho, mas quando estávamos perto da praia, o Sol não quis fazer desfeita, neam?
Não preciso comentar mais nada sobre Porto de Galinhas e Maracaípe, porque isso só vai gerar inveja e raiva dos leitores... mwahahaha

Mais tarde, de volta a Recife, fomos as compras: muitas frutas nordestinas para caipiroska! Yey!

Jambo Rosa - Pensando seriamente em tornar essa meu novo visu do twitter...
Noite de Bruschetta & Burritos! Conselho: Tiago larga tudo e abre um restaurante!
Para coroar a noite: Apagão! Agoniante olhar pela janela e ver toda Boa Viagem no escuro. Aí, dele twitter! Que anunciava a catástrofe no Nordeste. Mas, então tá, dormir sem ar... e ao som dos morceguitos... (Na verdade, fui nocauteada pela cama e participei no máximo de meia hora do estresse do apagão.)

#4 - Brennand´s!

Revival no Brennand!
 Na verdade, íamos somente ao Instituto, mas, depois de HORAS (hauahuahua) rodando, conseguimos a proeza de chegar antes da abertura. Então, fomos almoçar a entrada dos ogros na Oficina Brennand:

Mini - Entrada (Eu não sei girar a foto, ok? Mas no arquivo tava certinha!)
Depois, voltamos ao Instituto para ver se realmente eu aprendi a bater foto com estátuas:

E, é assim que se faz, entendeu?
2009
2011 (Não consegui girar de novo ¬¬)
E, no final do dia, quase morri no Tio Pepe de tanta carne de sol com creme de macaxeira e manteiga de garrafa... ai, ai! nham, nham! que fome!

#5 - Comida Nordestina!

Dia de correria. Pegar o Ti na pós e correr para o Parraxaxá. Parraxaxá = restaurante de comidas regionais nordestinas = mais uma ogrisse!
Quem for lá, não esquece de pedir uma Cartola! Na minha opinião, a melhor de Recife. Além de ser a melhor sobremesa do mundo! #vaigordinha
Depois, uma passadinha rápida na Casa da Cultura, no Paço da Alfândega, cafezinho na Livraria Cultura (dessa vez sem padres), rumo a Olinda!
Olinda foi uma delícia, como da outra vez! Só o acarajé que foi meio xoxo, mas, ok, a gente pede outro lá no Caldinho do Neném!
Aliás, o que foi o Caldinho? Com direito a tanques de caranguejos, às vezes, dava impressão que estavam se atacando! Rimos a beça com os amigos de Ti e Dude. Super figuras! Adorei a noite!

#6 - Bebidinhas! Yupi!

Apanhar o Ti na pós, o Pablo em casa e ir ao Papa-Capim. Uma das melhores revelações: sei que tem a Magali do largo carioca que é ótima, mas a interpretação de um quadrinho da Magali, ao vivo, foi ma-ra-vi-lho-sa! Ainda dou boas risadas ao lembrar do nãnãnãnãnãnã!
Deixamos Pablo em casa e corremos para Marina... No caminho descobrimos o blog da Kianny em suas aventuras em NZ (está postado na minha lista de blogues!). Tudo corria bem na Marina, até que apareceram uns pescadores de meia-tigela e puseram uns peixes congelados nos arredores. O cheiro nos forçou ir até o Bar da Praia!
Várias caipifrutas de cajá, después... Galeria! Crepes!!! E terminar a noite a la Carrie!

"Hi, I'd like a cheeseburger, please, a large fries and a Cosmopolitan."

#7 - Bye, bye, Recife! Hello, London!

Acho chato ter que refazer as malas, ainda mais ter que deixar os amigos. Ao menos, da próxima vez a visita será no Mundo velho! =) E que venham as próximas férias! E que saia logo o visto de Dude!

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Ah, tô em Floripaaaaaaa!!! #perdendo a conta!

Livre da função, finalmente! LIVREEEEEEEEEEEE!

Passei três dias maravilhosos em Floripa, revezando entre aporrinhar Emilia e Daya! =D Meninas, como eu estava com saudade de vocês! Pena que passou tão rápido!

Primeiro, com Emilia e Eduardo, algumas conversinhas postas em dia e muita pizza na pedra! Lagoa com direito a acidentes iphonísticos. =/

Obviamente, enquanto o povo foi trabalhar, fui almoçar no shopping e me entupir de comida mexicana!
Depois, com Daya na Joaquina, aventuras para chegar a praia de ônibus e muitas conversas musicais entre Daya e Marcelo. PS: Às vezes, até eu participava! =P
Ah! E o primeiro banho de mar do ano! Yey! Joaca, gelada como sempre! Nunca decepciona! Achei o máximo chegar em casa às nove horas da noite made in praia! 

Para finalizar, umas cervas com Marcelo, Mila e Juninho no CSC!! Aliás, se você for dar uma passadinha em Floripa, eu super recomendo! Cerveja gelada de verdade e comidinhas gostosas! (Saudade das lulas a milanesa! nham! nham!)

Triste é ter que fazer as malas e voltar ao aeroporto! =(
Manhê, já pode voltar?

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Quem sabe uma bicicleta? #15



Ai, ai... o amor! A causa de me fazer em plena férias no centro escaldante de Criciúma e Tubarão em busca de vestes adequadas, de acordar às sete da manhã de um sábado de férias para ir ao salão fazer cabelo/maquiagem/unhas, de pagar uma van às duas horas da tarde de Criciúma para chegar às nove em Floripa... Ai, ai... o amor!


Além de errarmos o caminho, conseguimos a proeza-mor de entrar no casamento errado. Mas, também, quem mandou ter duas igrejas com casamento no mesmo quarteirão e com dois tio Nilson na frente delas? Anyway, tudo resolvido, nenhum barraco na cerimônia = time party!!!


No fim, a festa foi ótima, esqueci todo o estresse semanal junto com Marcelo, meu querido primo Dé e o nosso super amigo Johnnie.

Dias depois, li uma declaração da noiva que dizia algo como "nunca ter sonhado em ter uma carreira brilhante, mas, sim, casar com alguém que amasse." Num primeiro momento, senti algo revoltante e desacatador crescer dentro de mim. Tive vontade de discursar sobre profissões e feminismo e todo um blábláblá. Depois, superei. Superei e senti inveja. Pura, simples e profunda inveja. Não da noiva em si. Mas, da situação. De conseguir se enquadrar nessa situação, sabe? Acho que seria mais fácil, casar, ter filhos, nunca sair da cidade natal e finito (falando de forma super simplificada e romanceada). Porém, eu nunca ia conseguir me adaptar a isso. (In?) Felizmente. Eu tive que sair ciganeando por aí, a procura do meu lugar no mundo e atrás de uma profissão que me realize, para daí sim, se der tempo, pensar em ter uma família, filhos, e toda aquela história… Mas, por enquanto, ainda estou bem longe desse romance todo...